5 ao dia!

Você já ouviu falar do programa “5 ao dia”?

É uma ação desenvolvida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que começou nos Estado Unidos em 1991, e hoje está presente em mais de 30 países, sendo a ação de promoção de consumo de frutas, verduras e legumes mais reconhecida no mundo.  Essa iniciativa consiste em incentivar a população a comer 5 porções ao dia de frutas, legumes e verduras (FLVs), o que corresponde a aproximadamente 400g diárias desses alimentos.

Uma porção é igual a:

  • uma xícara de vegetais folhosos ou bagas
  • ½ xícara de outros vegetais e frutas
  • 1 unidade média de fruta ou vegetal (ex. 1 maçã)
  • ¼ de xícara de fruta ou vegetal seco
  • ¾ de xícara de suco natural

Frutas, verduras e legumes são essenciais em uma alimentação equilibrada. Contém vitaminas, minerais, fibras e compostos bioativos com atividades antioxidantes, anti-inflamatórias. Todos esses nutrientes e compostos fortalecem o nosso organismo e contribuem para o bom funcionamento do nosso sistema imunológico.

Entretanto, seu consumo pela população brasileira é insuficiente. Apesar da recomendação de consumo de pelo menos 400g de verduras, legumes e frutas diariamente, o brasileiro come em média 150g por dia.

O principal objetivo desse programa é melhorar a qualidade de vida da população como um todo. Isso inclui, diminuir a incidência e frear o aumento no desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis como: diabetes mellitus, hipertensão, hipercolesterolemia, câncer, doenças cardiovasculares, obesidade entre outras. Estudos observam reduções exponenciais no risco de doença cardiovascular e mortalidade por todas as causas até uma ingestão de 800 g / dia de frutas, verduras e legumes combinados

Além da saúde física, existe uma associação entre o consumo de frutas, verduras e legumes com o estado da saúde mental. Pesquisas indicam que o consumo aumentado desses alimentos pode proporcionar níveis mais altos de otimismo, diminuição do sofrimento psicológico e maior proteção contra os sintomas depressivos. Portanto, esses resultados sugerem uma possível influência positiva também na saúde mental da população.

Outro problema que acomete boa parte da população no mundo inteiro é o excesso de peso, uma porta de entrada para outras doenças metabólicas. O consumo de frutas, legumes e verduras nessa população pode promover a saciedade e por consequência ajudar a diminuir o consumo de alimentos densos em calorias, os ricos em gorduras, açúcares e sal.

Por esse motivo, a promoção do consumo de frutas, legumes e verduras é bastante difundida em âmbito mundial. As evidências são convincentes de que aumentar a ingestão desses alimentos diminui o risco doenças, melhora a saúde mental e contribui para o controle de peso.

Lara Natacci

Nutricionista, PhD. CRN 5738 (SP)

Mestre e doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina da USP. Pós-doutoranda em Nutrição pela Faculdade de Saúde Publica da USP. Certificada em Coaching de Saúde e Bem Estar pelo American College of Spports and Medicine – ACSM. Fez especialização em Transtornos Alimentares na Universidade de Paris V, em Bases Fisiológicas da Nutrição no Esporte pela UNIFESP e em Nutrição Clínica Funcional pela UNIB. Membro da comissão de Comunicação da SBAN. Diretora Clínica da Dietnet Nutrição, Saúde e Bem Estar. Autora de 6 livros e 10 e-books de nutrição. Colunista da revista Veja Saúde.